Sexualidade

Remédios para ereção não funcionam mais: e agora?

Nos dias atuais está na moda ver homens consumindo vários suplementos e remédios para ereção prolongada. O pioneiro Viagra abriu as portas para vários outros suplementos (sejam eles naturais ou não). O Viagra é reconhecido mundialmente por tratar problemas de disfunção erétil e impotência sexual.

Alguns medicamentos tem a fórmula perfeita para tratar problemas de ereção. Os principais componentes para combater os problemas citados acima são sildenafila, tadalafila, vardenafila, lodenafila e novatos como a udenfila e mirodenafila.

Esses são os componentes que ajudam homens que possuem dificuldade de ereção, eles podem ser consumidos apenas em comprimidos.

Porém, nem sempre esse tipo de tratamento funciona a longo prazo. O que eu quero dizer com isso? Quero dizer que se o medicamento não for consumido corretamente e por tempo determinado você poderá ter problemas. Quer entender mais? Fique por aqui que eu conto tudo.

Quantas vezes e por quanto tempo tomar o remédio?

Essa é uma das questões mais importantes. Quantas vezes você tomou o remédio para ereção no dia? Com que frequência? Quantas vezes na semana? Você tomou a dose correta? Você tentou manter relações sexuais depois de quanto tempo que tomou o remédio?

Vários estudos demonstram que a testosterona, o principal hormônio encontrado nos homens, está muito baixa, medicamentos inibidores é pior. Primeiro é necessário restabelecer os níveis desse hormônio em seu organismo, só assim os medicamentos começam a responder verdadeiramente.

E se está tudo bem com a testosterona?

Considerando que seus níveis de testosterona estão normais, dentro do necessário para o bom funcionamento de tudo, você é um homem com problema de disfunção erétil que não consegue resolver seu problema com medicação oral, o que você pode fazer para solucionar isso?

Ponto 1: Considere que você tem uma circulação grave. O que eu quero dizer? Que existe falha na resposta do seu organismo ao uso dos componentes do medicamento (sildenafila, tadalafila ou vardenafila). Ou seja, a não resposta ao medicamento representa uma situação cardiovascular pior e a avaliação com o cardiologista é importante.

O que existe além da medicação oral para ereção?

Vale lembrar que existem outras opções para melhorar o desempenho sexual. Além de comprimidos e remédios para ereção você tem outras opções de tratamento. Existem em algumas clínicas medicamentos injetáveis, bombas penianas e os famosos implantes penianos. Tudo depende do seu problema e dos tratamentos que você já fez. Esses tratamentos são indicados para homens que tentaram fazer tratamentos com cápsulas e remédios para ereção.

As conhecidas bombas penianas são muito famosas em países da Europa. A bomba peniana é um cilindro plástico que possuí um sistema de sucção integrado. A bomba funciona retirando o ar da bomba peniana, gerando vácuo. Dessa forma o pênis aumenta de tamanho de forma diferenciada. Ao utilizar a bomba você faz com que ela sugue o sangue, levando-o para dentro dos corpos cavernosos. Esse é um método que pode ser realizado a qualquer hora e não é nenhum pouco invasivo.

Para melhorar o desempenho ao utilizar a bomba peniana você pode utilizar-se também de um anel peniano, ele realiza a compressão do pênis, fazendo com que ele fique ereto por mais tempo durante a penetração. É interessante comprar a bomba peniana e o anel de qualidade, em um sex shop conhecido. Além disso, se você sentir dores, o ideal é consultar um médico para aprender a utilizar os acessórios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *