Saúde & Bem Estar

Prós e contras de consumir Orlistat

Atualmente no mercado farmacêutico é muito fácil encontrar diversos remédios que prometem transformar a sua vida, trazendo os tão sonhados quilos a menos sem muito esforço e de forma rápida.

A grande maioria desses remédios além de não cumprir o proposto, ainda coloca a sua saúde em risco com tantos efeitos colaterais que surgem durante o tratamento.

Por isso, é muito importante conhecer o remédio que se vai consumir, seus prós, contras, a bula e como tomá-lo. Desta forma, trazemos nessa matérias todas as informações que você precisa sobre o remédio Orlistat.

Para que serve o Orlistat

O remédio Orlistate é um remédio de emagrecimento indicado para pessoas com sobrepeso ou obesidade cujo IMC esteja acima de 30.

Diferente de alguns remédios que atuam como bloqueadores de apetite, o Orlistat atua como um bloqueador das enzimas pancreáticas e gástricas que são as responsáveis pela absorção e digestão das gorduras, e por isso diminui a absorção de até 33% da gordura ingerida pelo corpo, fazendo com que sejam eliminadas nas fezes.

O Orlistate também é bom para controle de peso a longo prazo e melhora alguns fatores de risco causados pela obesidade, como por exemplo:, diabetes tipo 2,  intolerância à glicose, hipertensão arterial e redução da gordura visceral.

Motivos para tomar Orlistat

O Orlistate é indicado como forma de tratamento para pré obesidade e obesidade.

Além disso, ele reduz a absorção da gordura, gerando uma perda de até 10% de peso total em 6 meses de uso.

O Orlistate não é viciante, oferece um emagrecimento rápido e ajuda na redução de açúcar no sangue, por isso, em alguns casos ele é indicado junto com remédios de tratamento para diabete tipo 2.

Ainda é possível com o uso do Orlistat diminuir o famoso colesterol ruim e controlar a hipertensão.

Efeitos colaterais do Orlistat

Entre todos os casos dos pacientes que utilizaram o Orlistat, cerca de 91% dos pacientes apresentaram problemas gastrointestinais.

Além disso, cerca de 10% dos pacientes apresentam evacuações oleosas, flatulência, aumento das evacuações, dor abdominal, fezes líquidas, gripe, cefaléia e hipoglicemia.

Temos também as reações colaterais mais comuns: fezes amolecidas, desconforto retal, distúrbios gengivais, irregularidades menstruais, incontinência fecal, fadiga e infecção urinária.

É importante informar que mantendo uma alimentação mais saudável e com menos gorduras, esses problemas gastrointestinais diminuem, os efeitos colaterais também costumam diminuir após o primeiro ano de uso do remédio.

Forma de usar o Orlistat

É recomendado que o paciente tome uma cápsula de 120mg de Orlistate durante as três refeições principais ou até uma hora após a ingestão dos alimentos.

Não é recomendado que o Orlistat seja ingerido casa o paciente não tenha se alimentado de forma alguma ou tenha tido uma refeição completamente sem gordura.

Além disso, é recomendado que os pacientes que utilizam Orlistat façam uma dieta de baixa caloria, que seja balanceada nutricionalmente  e que 30% das calorias das refeições seja de gordura, mesmo assim, as refeições podem ser ricas em frutas e vegetais.

Ingerir Orlistat além do que foi recomendado, 120mg, 3 vezes ao dia, não gera resultados mais rápidos e não aumenta os resultados do remédio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *